KEEP DRAWING | STUDIO SHELTER

Um videozinho de inspiração para os que se interessam por desenho. Pode servir também como um incentivo para os que ainda tem um pouquinho de ‘medo’ do lápis.. Existem diversos tipos de traço e você não precisa ter aquela super habilidade para poder se aventurar. Basta treinar!

Made by Studio Shelter
studioshelter.co.kr

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

Anúncios

INSPIRAÇÕES PARA O FDS

Quem aí se atreve a chutar como estará o clima deste final de semana? Eu que não, porque já cansei de errar, kkk.. Pelo menos aqui – Sorocaba e região – a coisa anda meio incerta! Então minha dica para escolher um look para o final de semana, seria continuar apostando em meia calça, ou então peças não tão quentinhas, como camisas, jaquetas, jeans… Esse inverno não quer chegar, hein?

(Esse primeiro foi meu favorito! Quero reproduzi-lo em 3, 2, ..)

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

A THERAPY | PRADA

Passando rapidex só pra mostrar esse curta incrível da Prada. Gostei muito da ideia, do conceito.. E não só pela marca em si, sabem? Mas acho que dá para assisti-lo pensando na moda em geral. Uma terapia, não? Especialmente nos dias de TPM, rs.. 🙂

O USO DAS CORES NOS LOOKS DIÁRIOS

No Design, praticamos um exercício bem legal, que deveria ser praticado por todos: é o ato de separar algumas imagens que nos agradam/inspiram, e ‘determinar’ a paleta de cores que a compõe – a cor é um elemento fundamental para tornar algo agradável visualmente. 

Há algum tempo venho pensando em algumas dicas interessantes que eu poderia passar aqui para vocês, que pudessem ser usadas na hora de se vestir de maneira legal. Com o tempo, isso se torna muito automático, mas uma ideia para começar a praticar, é pensar nas cores. Uma boa produção não precisa, necessariamente, ser resultado da união de peças super chocantes, caras, alternativas… Ela pode vir a partir da união de peças ‘básicas’, mas com cores diferentes, inusitadas.. Não é sempre que combinamos uma calça avermelhada com uma camisa azul e um blazer preto, mas frequentemente combinamos uma calça comum, com uma camisa e um blazer. Na hora de me vestir, procuro combinações de cores diferentes, sem medo de apostar no inusitado!! Combino sim verde com vermelho, de uma maneira que as pessoas não pensem em ‘natal’ quando olharem para mim: tudo depende do tom do verde e do tom do vermelho.

Exercitem mais o uso das cores, e as produções de vocês sairão mais interessantes! 🙂 Depois me contem se deu certo.

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

INSPIRAÇÕES PARA O SÁBADO

Dessa vez foi difícil achar alguns looks para inspirar o fds, viu? As gringas já estão todas em clima de verão, então o Lookbook já está todo colorido e florido, rsrs! Gosto de aproveitar o comecinho do inverno que dá pra usar meia-calça sem problemas, acho muito mais charmoso do que calça – quem entra sempre aqui já sabe que eu não gosto! E colocada com shortinho é uma boa ideia combinar uma camisa, pra deixar tudo mais arrumado. Bom sábado pra vocês 🙂

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

OP ART NA MODA

Quem é vivo sempre.. TEM TRABALHOS DA FACULDADE PRA FAZER. Ufa, gente, quantas coisas! Mas semana passada apresentei um seminário bem legal, que gostei de ter feito, e achei que seria interessante compartilhar aqui com vocês um pouquinho do que aprendi com ele. 🙂 Enfim, meu tema era sobre como a Op Art influenciou a moda.

Esse movimento artístico começou a surgir lá em 1930, quando Victor Vasarely começou a fazer uns trabalhos meios malucos que confundiam a visão. Daí vem o nome Op Art, do termo em inglês Optical Art – Arte Óptica. Eles acreditavam em “menos expressão, mais visualização”. Embora tenha começado a surgir nesse período, é considerado um movimento da década de 60, pois foi lá que ele ganhou esse nome, e começou a aparecer por todos os lados. Em 1964 esse termo (Op Art) foi usado pela primeira vez pela Time Magazine e em seguida, em 1965, rolou uma exposição chamada The Responsive Eye (O Olho Que Responde) em New York – repleta de trabalhos nesse estilo! E esse foi o pontapé que estava faltando.

Nessa de ‘pontapé inicial’, a Op Art tornou-se bem comercial, não aparecendo apenas no que se relacionava à arte, mas também em cartazes por exemplo, e na moda! E olhem só o que aconteceu:

No finzinho da década de 60 esse movimento começou a influenciar realmente na moda. Mas foi ganhando um pouco mais de cor, diferente dos tecidos Bridget Inspired… Um grande nome a se citar que foi muito inspirado por esse estilo, foi Rudi Gernreich, que usou muito estampas nesse estilo!

A moda é constantemente influenciada pela arte! Antigamente isso era muito mais forte, porém, ainda hoje são visíveis as influências. Talvez hoje nós nos demos menos conta, pois acaba se tornando mais visível aos conhecedores do assunto, mas dando uma olhada nas inspirações para a criação de uma coleção, é sempre provável encontrar algo. Dêem uma olhada nesses exemplos mais atuais:

Usei alguns dos slides que montei para mostrar o conteúdo para vocês. Espero que tenham gostado.. Procurando na internet encontrei poucas informações, tive que dar uma boa fuçada. Quem sabe ajudo outros perdidos também, kkk!

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

LDG #75 – JEANS + JEANS

Sabe quando você coloca uma roupa e sai de casa se sentindo BEM? Sem dúvidas, simplesmente achando que ficou legal… Então, foi assim que eu me senti hoje. Roupa tem muito a ver com o nosso humor, com as épocas da nossa vida, e esse dia em que nos sentimos bem, acho que é porque a roupa encaixou certinho.  Quem acompanha meu lado drama queen no twitter (segue lá!) kkk leu que ontem de noite eu já estava desistindo de escolher uma roupa pois as duas calças que eu queria usar estavam lavando… Aí deixei pra pensar nisso hoje cedo mesmo, quando acabei escolhendo essa aí da foto!

Quando vou escolher uma roupa, prefiro pensar nela por partes, facilita muito! Primeiro escolho uma peça que eu gostaria de usar e aí vou pensando no restante! Normalmente acabo montando o look mentalmente antes de dormir, tudo por 5 minutinhos a mais de sono kkkk! Como eu sabia que o dia estaria chuvoso já pensei em colocar essa camisa jeans, e para dar uma esquentada essa jaqueta de ‘couro’, são duas cores que juntas ficam ótimas!! Quanto à calça: primeiro tinha pensando em um jeans branco, mas estava lavando, depois pensei numa legging cinza mescla, que também estava lavando.. No fim optei por esse jeans clarinho, acho que acabou ficando até mais interessante. Vale usar duas peças jeans na mesma produção, mas elas tem que ser bem diferentes, pra não ficar aquela coisa brega, hehehe!

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

Entradas Mais Antigas Anteriores