MONTANDO UMA MALA DE VIAGEM PRÁTICA

Vira e mexe surge alguma amiga me pedindo ajuda pra montar mala de viagem, muitas delas conhecem minha organização nesse momento, kkk. Tenho mania de fazer listinha, pra não sobrar nem faltar nada. Pra vocês terem ideia, tenho até uma amiga que durante o intercâmbio vivia me mandando e-mail quando ia viajar, perguntando o que colocava na mala, kkk.. Enfim, acabei percebendo que detalhes que pareciam óbvios e muito funcionais para mim, não passavam pela cabeça de outras mulheres que queriam colocar o armário inteiro na mala. Então separei algumas diquinhas pra vocês.. Cliquem na montagem que ela aumenta!

Em primeiro lugar, saber a quantidade de dias, né.. É essencial saber o clima #climatempo, e levar em conta os companheiros: é algo familiar, ou entre amigos? Se for familiar, você sabe que vai rolar jantarzinho, ficar com os parentes; se for entre amigos, vai rolar bar, balada.. Aí costumo calcular 2 ‘partes de cima’ para cada dia, levando em conta as ocasiões, tipo blusinha básica para passar o dia, e uma camisa para sair a noite. E aí a parte de baixo tem que ser mais versátil, tipo calça, shortinho.. Pode rolar uma saia mais arrumada! Quando estiverem escolhendo as peças, coloquem todas em cima da cama, pra ir vendo a tonalidade delas.. Nada de peças muito estampadas. É legal ter tudo combinando entre si, assim dá até pra montar umas sobreposições, e deixar aquelas peças básicas com outra cara. Com as peças escolhidas, você vai pros acessórios: bolsa que combine com tudo, cinto, sapatos, casacos (que ocupam mais espaço, então não dá pra exagerar na quantidade).

Aí fiz essa listinha hoje, para uma amiga que vai para Juiz de Fora visitar a família. Ela está indo para um lugar friozinho, mas pode ser que role um Sol, portanto o shortinho.. Mas caso esse Sol não apareça, para não ficar com uma peça ‘sobrando’, ela pode usar a meia-calça! Ela vai usar mais calças, portanto duas peças.. Um jeans basicão, e dei o exemplo de uma outra preta, de brim! As camisas serão escolhidas de acordo com os programas que ela vai fazer lá – as mais arrumadas são ótimas para sair jantar! 

Minha dica principal nessa hora, é escolher peças que combinem entre si, para ter uma versátil! É necessária essa conversa entre as roupas para aumentar o leque de possibilidades. 

Espero que as dicas ajudem vocês nesse feriadão que está chegando! 🙂

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter – Tumblr – Fashiolista – Bloglovin

Anúncios

MAXXI por Zaha Hadid | Roma

Eu sei que já faz duas semanas que voltei de viagem, mas tem tantas coisas que eu ainda gostaria de mostrar aqui pra vocês… E essas duas semanas voaram! Foi tudo uma loucura, mal respirei ares sorocabanos e já havia voltado para o trabalho, aí para a faculdade.. Mas enfim! Aqui vai uma dica de um lugar beem interessante para visitar em Roma, que eu não tinha ido da outra vez, pois inauguraram poucos dias antes de eu ir embora… Estou falando do Museo di Arte del Secolo XXI, mais conhecido como MAXXI.

Vale muito a visita, de verdade. Além da arquitetura do museu ser incrível (foi criado pela Zaha Hadid!), tanto por dentro quanto por fora, o espaço onde ele está localizado é muito aconchegante.. Várias árvores em volta, com bancos e cadeiras para que as pessoas possam sentar, além do Café e da Lojinha. Isso tudo sem falar das mostras que acontecem por lá, né? Tem uma parte só de arquitetura muito interessante, com projetos bem legais. Se eu não me engano são 5 salas, não tenho certeza, mas de qualquer forma, são vários espaços para trabalhos bem distintos e bem interessantes.

– –

Quem ainda não curtiu a página do blog do facebook? CLICA AQUI :)

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter Tumblr Fashiolista Bloglovin

 

Looks da Viagem – Algumas Ideias

Oi gente! 🙂 Resolvi fazer essa montagem pra mostrar mais ou menos o que usei na viagem. Como algumas das fotos aí são de ~turista~ nem sempre renderam post de ‘look do dia’, e foi a melhor maneira que eu encontrei pra mostrar pra vocês como foi que eu encarei o inverno!

Blusas pesadas, meia calça (fio 60 + de lã), bota, cachecol… São ideias pra vocês verem como não precisamos vestir necessariamente blusa + calça + bota, e ficar com a mesma cara todos os dias! Dá pra variar nas cores das peças,  nos acessórios… E deixar o look com uma carinha mais alegre, né? 🙂

Também vale variar nos gorrinhos e chapéus, que além de protegerem bastante do frio são um charme! Rs, nessa montagem aqui de baixo apareci três vezes com a mesma blusa e sempre com a mesma bota. Não reparem gente, faz parte do espírito de mochilão, né. As fotos da Itália (que as roupas estão mais legais) são as da montagem de cima. 😛

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter Tumblr Fashiolista Bloglovin

LDG #45 – Hit The Road Jack

Jaqueta Pimkie, cardigan Renner, camisa OVS, calça Zara, slippers TopShop, bolsa vintage;

Aí vai meu último look do dia “italiano”! Depois de passar tanto frio na França e na Inglaterra, quando voltei pra Itália estava até mais tranquila com as baixas temperaturas. Conseguia sobreviver assim: cardigan e jaquetinha! Comprei essa Varsity Jacket por lá, e foi amor a primeira vista, adoro esse tipo de modelo e mais interessante ainda assim, misturando dois tecidos. Vi esse modelo pra vender em váários lugares, super tendência pro próximo inverno #FicaDica.

Encarei a camisa azul como algo bem neutro, e combinei com a calça cereja e o cardigan de oncinha, sem medo! Normalmente pensamos em tons mais neutros pra esses tipos de peças, mas por que não encarar o vermelho e o azul clarinho como neutros? No mundo das camisas esse tom é básico, e aos nossos olhos o vermelho também é (já falei sobre isso, né?). E eu gostei muito! 🙂

Quem ainda não curtiu a página do blog do facebook? CLICA AQUI :)

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter Tumblr Fashiolista Bloglovin

LDG #44 – Brasil + Turquia

Casaco Renner, suéter Quechua, camisa H&M, jeans Renner, slippers TopShop, bolsa vintage e lenço de alguma feirinha em Roma

Durante as viagens que fiz vi muitas meninas usando suéter com a gola da camisa (toda fechada) pra fora.. Fiquei morrendo de vontade de usar: é muito feminino e dá um toque super interessante ao look! Guardem a ideia para o próximo inverno.

Na foto comigo está uma amiga turca que conheci durante o intercâmbio, e nos reencontramos em Roma para matar as saudades. Como o look estava todo escuro, escolhi esse casaco de oncinha pra dar uma animada! Ah, reparem também no lenço… Amarrando-o desse jeito é uma forma de carregá-lo e dar um toque à bolsa ao mesmo tempo.

Aproveitei também para fotografar o look da Aylin e mostrar pra vocês o estilo turco de se vestir! 🙂 Ela sempre usou roupas muito legais, combinações super diferentes. Lindo o suéter largão desse jeito, né?

Quem ainda não curtiu a página do blog do facebook? CLICA AQUI :)

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter Tumblr Fashiolista Bloglovin

Dicas de Viagem: Liverpool

Quem entra aqui no blog há algum tempo sabe que sou louca por Beatles, né? Quando comecei a planejar minhas viagens decidi que queria muito conhecer Paris e Londres.. Mas como ir pra Inglaterra e não ir pra Liverpool também? Não consegui escapar. E essa foi minha segunda parada!

A cidade é uma gracinha! É bem pequena, e dá pra fazer tudo a pé tranquilamente. E embora muitos digam que não tem nada pra visitar lá, não é verdade. Passei três dias lá e eu estava sempre visitando algo… Recomendo começar uma viagem com essa duração pelas catedrais famosas que tem por lá, que ficam mais pro leste da cidade – como meu hostel era por lá acabei preferindo, recomendo o Hatters Hostel. No segundo dia dá pra visitar os museus que são no oeste da cidade, e depois disso voltar pro centro, onde estão as maiores lojas (quem ficam na Church e Lord Street). Com todos os principais pontos turísticos visitados deixei meu último dia pra visitar tudo o que eu tinha direito dos Beatles.. Cavern Club, casa do John, do Paul, do Ringo… Strawberry Fields… Têm alguns tours que podem ser feitos, é só se informar. Fiz tudo sozinha mesmo, mas pelo que eu vi tem um bem legal que é o “taxi” dos Beatles!

De acordo com os ingleses, Londres não é Inglaterra. Hehe, como toda cidade grande e turística acaba perdendo um pouco a “essência” inglesa… E ter ido pra Liverpool foi muito legal, eu gostei realmente da cidade. Recomendo a visita! O trêm de ida pra Londres custou, se eu não me engano, 26 libras demorando umas 4 horas. Quem for passar mais de uma semana em Londres pode ir pra Liverpool pra passar o dia pelo menos, e dar uma espiada na cidade, é só pegar o trêm mais rápido – e mais caro – na ida.

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter Tumblr Fashiolista Bloglovin

Dicas de Viagem: Paris

Finalmente começando os posts sobre as viagens. Como comentei minha primeira parada – depois de Roma, né – foi Paris. Sempre tive muita vontade de ir pra lá, pois me parecia uma cidade encantadora… E de fato é! É linda e super agradável. Bom, pra começar a viagem comprei no Brasil esse guia da Folha de São Paulo, é uma versão pequena mas muito prática – e com um preço bom. Ele fala sobre os principais pontos a serem visitados de acordo com as regiões (que aparecem divididas num mapinha ótimo que tem no final), o que facilitou muuuito minha viagem. Aí anotei os principais pontos que visitei pra mostrar aqui pra vocês! 🙂

Eu cheguei depois do almoço por lá, não dava para fazer muitas coisas, então optei por começar pelas duas pequenas ‘ilhas’ que tem no Rio Sena – Île de St-Louis e de la Cité -, onde está o Notre Dame. Essas ilhas são muito bonitinhas, vale a pena dar uma passeada por elas! No segundo dia já fui visitar a Torre Eiffel (se quiser subir tem que se preparar pra fila) e a Église du Dôme, mas antes disso passei pelo Jardin du Luxembourg, que é liindo e tem esse palácio super bonito da foto. No terceiro dia visitei o Quartier Latin, onde está o Pantheon, e depois fui ao Musée d’Orsay, que estava com uma fila bem grande, mas vale a visita! No quarto dia resolvi encarar o Louvre. O museu abre as 9hs, cheguei lá umas 9 e pouquinho e já tinha uma super fila. Mas fica a dica: perguntem pra alguém sobre alguma entrada alternativa, eles vão falar que é só aquela mas é só insistir que eles falam! Tem uma galeria na rua do lado que tem uma fila menor e também já me falaram sobre uma loja que você paga 1 euro a mais e entra sem fila, mas não sei exatamente como funciona. O museu é muito muito grande, então tem que ir selecionando o que quer ver com calma, para passar rápido pelo restante. Depois de visitar o museu vale passear pelo Jardin des Tuileries que fica logo atrás, chegando até a Place de la Concorde e um pouco mais a frente o Arc de Triomphe. Pra quem gosta de arte moderna tem que visitar sem dúvidas no quinto dia o Centre Pompidou, é grandão, mas tem obras muito famosas e interessantes. No sexto dia fui visitar a famosa Basilique du Sacré-Coeur e o Moulin Rouge, que fica numa zona bem diferente da cidade haha! E no último dia fui visitar o liiindo Jardim de Versailles. É realmente gigante, impossível ver tudo, mas dá pra dar uma passeada, só o comecinho já vale a pena! Mas fica fora da cidade, demora mais ou menos uma hora pra chegar lá, então é melhor reservar um dia e colocá-lo como prioridade.

Em todo esse roteiro é claro que visitei outras coisas que estavam na mesma região, mas aí cada um escolhe dando uma olhada nesse guia que eu indiquei. Depende do interesse de cada um! E aí também no tempo que sobrar dá pra ir fazer compras, passear pela cidade, ir em restaurantes, etc! Comer os famosos crepes, rs.. E uma dica muito importante: caminhar muito! Sem ficar pegando metrô, caminhar é a melhor maneira pra conhecer a cidade de verdade. Eu só pegava metrô no fim do dia pra voltar pro Hostel quando estava muito cansada.

Ah, e uma dica de Hostel pra quem está procurando: Oops Hostel. É muito bom, eu recomendo sem dúvidas!

Espero ter ajudado quem está pretendendo ir pra Paris mas não sabia o que visitar. Depois continuo com dicas das outras viagens!

ATUALIZANDO: gente, eu tinha errado lá na montagem, a região do Moulin Rouge é Montmartre, e não Montparnasse, como eu havia escrito. Mas já corrigi. 🙂 Obrigada Mariana!

Con amore,

Valentina Rampini

Twitter Tumblr Fashiolista Bloglovin

Entradas Mais Antigas Anteriores